Edições Anteriores

 





Depois de abandonar as históricas bandeiras de luta popular do Partido dos Trabalhadores e colocar a estrela vermelha à serviço de um dos filhos da ditadura, e não satisfeito com isso, ainda fazer alianças com os partidos golpistas, inclusive com o PSDB, o Diretório do PT de Cidreira finalmente foi contido. Em total desvario os dirigentes do PT Cidreira, esqueceram que o partido é de esquerda e se lançaram em apoio a um prefeito protegido pela ditadura, condenado pela justiça por desvio de verbas públicas. Os dirigentes do PT de Cidreira além de apoiar o Prefeito Biônico ainda cerraram coligação com o PSDB e vários outros partidos que deram o golpe na presidenta Dilma. Com muito entusiasmo os dirigentes do PT de Cidreira, gritaram e pularam ao lado dos neoliberais, ao lado dos defensores do capital, ao lado dos partidos que levantam bandeiras em favor das privatizações e contra os direitos do trabalhador.

 
A MAIOR RESSACA DOS ÚLTIMOS TEMPOS
Nossa praia foi palco de um dos maiores espetáculos e representação de força da natureza, uma ressaca do mar com ondas de mais de cinco metro de altura. A força das ondsa além de destruir muitas casas dos ribeirinhos por toda a orla ainda acabaou com as escadas e rampás de acessibilidade no Calçãdão Kanitâ e simplesmente sugou os quisques que estavam à beira mar. A situação é de muitos prejuízos, mas também é de alerta para todos aqueles que pensam que podem domar a natureza. As dunas primárias são as grandes aliadas das cidades do litoral, se não fosse as dunas teríamos, por certo, muito mais destruição e perigo em todas as cidades. Esta ressaca nos mostra o quanto é importante a preservação e o respeito à natureza.
DIA MUNDIAL DE LIMPEZA DE RIOS E PRAIAS - CIDREIRA - 2016
A gurizada de Cidreira foi pra beira participar do evento promovido pela ASPS - Associação de Suf e Skate de Salinas. MUita vibração, boa vibe e energia rolando par recolher mais de 20 sacos de lixo no Calçadão Kanitã, área reserevada para o surf em Cidreira. Um dia natural prá nossa pra e pra nossa gente da beira!
ENCONTRO DO PROJETO BOIZINHO DA PRAIA
Os encontros do Boziinho da Praia continuam acontecendo na Sala do Boizinho na Escola Herlita Teixeira, todos os sábados, a partir das 10:00. Nos encontros do Boizinho da Praia são oferrecidas para todas as comunidades praieiras, as oficinas de violão, cantos praieiros, percussão praieira, cultura popular praieira e movimentos praieiros. O acesso é livre e gratuito pé só chegar com vontade de aprender e ensinar e um sorriso no rosto. A gurizada do Boizinho prepara-se para uma apresentação especial para o pessoal da escola.
A música "Doceira" de Ivan Therra foi premiada com o Troféu de "Melhor Música na Opinião do Público". No palco estavam os músicos praieiros: Daniel Maíba: intérprete, Lizzi Barbosa: Vocal e Afoxé, Jas Vasconcelos: vocal e tambor de maçambique, Mauro Gil: Acordeon, Ivan Therra: Vioão, Danilo Cardoso: Baixo, Vinícius Lara: Percussão Geral e Badá do Túnel: Bateria. A música foi um sucesso total, sendo a mais aplaudida nas duas noites de festival, o que ficou provado, quando foram abertas as urnas e o voto popular apontou a música "Doceira" como a Melhor Música da III Salina da Canção. O Festival trouxe muita qualidade musical, com músicos de ponta da musicalidade do nosso estado, inclusive com composições vindas de outros estados brasileiros. Muito bem organizado e com uma trabalho competente da equipe de sonorização, a III Salina da Canção consolida o Palco da Salina como um dos mais importantes da manifestação artística e da cultura do Estado do Rio Grande do Sul.

DIA DA MÚSICA 2016 EM CIDREIRA
Promovido pela Casa da Cultura do Litoral, no espaço do Ponto de Cultura Flor da Areia, o Dia Da Música contou com uma excelente apresentação de Ivan Therra e Grupo de Cultura Popular Kikumbí. A musica da praia rolou legal para as pessoas das comunidades ribeirinhas que foram prestigiar o evento. A cultura popular praieira, os tambores de ropigem africana e todo a magia do imgonário popular forma cantados e dançados em cada canção do Grupo Kikumbí. Clássicos da música praieira como "Barrigudinho", Filho de Boto, Bandeira Preta e Tambores de Maçambique desfilaram pelo palco encantando a platéia presente. Sempre é muito interessante quando a nossa cultura popular praieira sobe ao palco para mostrar para a nossa gente toda a beleza das canções e das culturas da região praieira gaúcha.

O cientista social Ivan Therra esteve no I Fórum da Praia, no Parque da Guarita em Torres, representando a Casa da Cultura do Litoral e conversando com as gentes da economia solidária sobre as culturas populares da região praieira gaúcha. Fatores de identidade, enfrentamentos cotidianos, aspectos e singularidades das construções e pensamentos culturais das pessoas que moram na beira da praia. A promoção do encontro entre a economia solidária e as culturas populares acontece por iniciativa da Avesol e sob a coordenação de Luiz Teixeira. A aproximação entre as ações culturais proporcionou uma apresentação do Projeto Dandô que sob a coordenação de Giancarlo Borba trouxe para os palcos do sul os mineiros Ricardo Rodrigues e Alexandre Bianchini, um som de muita sensibilidade e alta qualidade que fez emocionar todos e todas que estavam participando deste grande momento de integração e constr4ução social em nosso litoral.
E a gurizada da cultura na maior atividade pintando o Ponto de Cultura Flor da Areia, um novo espaço para os fazers da cultura popular da região praieira gaúcha. Este espaço é uma parceria entre a Prefeitura Municipal de Cidreira, através da Secretaria de Turismo e Cultura e a Casa da Cultura do Litoral para a instalação do Ponto de Cultura Flor da Areia, um projeto aprovado pelo Ministério da Cultura. Vamos fazer cultura! Vem junto!
A música " Negras de Barro" de Ivan Therra e Adriano Sperandir foi ao palco do 32º Reponte da Canção em São Lourenço do Sul, representando as cidades de Cidreira e Osório. Com a interpretação magistral de Adriana Sperandir e arranhjos assinados por Cristhian Sperandir, tivemos destacadas as histórias das mulheres negras da localidade quilombola do Boqueirão. Foto: Jas Vasconcelos
A convite do Ponto de Cultura Flor da Areia a nossa gente da cultura se reuniu para conversar, discutir, lançar propostas, descobrir olhares, recitar poemas, apresentar textos e cantar para a mulher da praia, no dia da mulher. Ocupando o espaço que está sendo revitalizado para uso da comunidade cultural .

O Marisco - Eco Comunicação comunitária da Casa da Cultura do Litoral e do Ponto de Cultura do Litoral
Jornal - App - Rádio - TV

Avenida do Arroio, 1015 - Praça Anita Garibaldi - Centro - Cidreira CEP:95595-000
51.3681.3456 / 51.999.815593 whats

Todo o material deste site pode ser utilizado, copiado e baixado livremente, solicitamos apenas que seja sempre citada a fonte.